terça-feira, 6 de maio de 2008

ORAÇÃO DA SERENIDADE

Concedei-me Senhor, a serenidade necessária para aceitar as coisas que eu não posso modificar, coragem para modificar aquelas que eu posso, e sabedoria para distinguir uma das outras.

Examinemos as partes principais:

1) ACEITAR AS COISAS QUE NÃO POSSO MODIFICAR

São muitas as coisas que não posso modificar: o passado, o futuro e nem outras pessoas. Preciso aceitar o fato de que posso ser atencioso e bondoso com meus familiares, porém não mais tempo do que se lhes está reservado estar aqui na TERRA. A perda de amigos deve ser aceita como se eles tivessem se mudado para muitas milhas de distância. Eu não posso modificar as pessoas, elas continuarão fazendo as coisas à sua maneira, apesar de que eu tente dizer-lhes, muitas vezes qual é a melhor forma...(A MINHA). - A quem posso eu mudar? A MIM MESMO.

2)CORAGEM PARA MUDAR AQUELAS QUE POSSO

Isto é, mudar minha maneira de ser. O Senhor! Permita que eu mude os meus sentimentos em relação aos outros. Ao invés de criticá-los, devo aceitá-los como eles são e estar interessado em seus problemas, ao invés de ignorá-los. Devo ser afetuoso com os outros, ao invés de mostrar-me frio e insensível. Permita Senhor, que eu mude minhas emoções, colocando esperança, amor, coragem, paz e alegria em milha vida, em lugar de amargura, temor, desgosto, ódio e ressentimento. Todos estas coisas eu posso modificar, se for suficientemente inteligente para reconhecer a necessidade de fazê-lo.

3)SABEDORIA PARA DISTINGUIR UMAS DAS OUTRAS

Se vejo coisas que não gosto, é hora de examinar a MIM MESMO: minhas atitudes, minhas reações e reconhecer se necessito mudar algumas delas. Examinemos uma vez, outra e mais outras, antes de criticar os outros. Compreendo que minha vida está intimamente ligada a outras vidas, mas estou tendo sabedoria suficiente para entender que não posso mudar os outros, mas posso mudar minha maneira de pensar, atuar e agir. Então a resposta à minha Oração é: DEVO E POSSO MUDAR SOMENTE A MIM MESMO.

3 comentários:

lialiaseal disse...

Quem fez a oração foi um pastor protestante que não acreditava em espiritismo.

Deveria ter citado o autor.

dora disse...

não interessa, quem fez interessa que ela é linda e ajuda muito a gente .

disse...

Nós temos que ter religiosidade e não religião. Sermos cristãos e não criticar os outros e não importa realmente quem fez a oração.Somos todos filhos do Senhor